Connect with us

Published

on

Steam deck pela amazon https://amzn.to/3FZvqRm
Steam Deck pelo Mercado livre https://mercadolivre.com.br/sec/2WdnSPi


Me siga nas redes sociais: 👇
rkplay.com.br/minhasredes

✉️ Contato Profissional: rkplay@woomaxx.com

Esse aqui é o Steam deck, o videogame da Valve que é o competidor do Nintendo Switch, só que ele roda os jogos da PC via Steam. A compatibilidade de jogos é limitada, mas ele tem um desempenho até que interessante no modo portátil, podendo jogar na televisão também. Custando mais ou menos R$ 2000, ele é um videogame que realmente vale a pena se você souber onde comprar e quais jogos irá jogar. Vou deixar um link de referência aqui na descrição, e é sobre ele que vou falar nesse vídeo.

Agora, meu amigo, se você conhece muitos portáteis por aí, você vai entender que o Steam deck surgiu numa época em que basicamente tinha um controle dominado pela Nintendo com o Nintendo Switch, e a Valve vendo uma possibilidade de tentar expandir e sair um pouco do PC básico fez esse portátil aqui. Claro, tem que agradecer à Nintendo, porque, por causa do Switch, veio a moda de todo mundo tentar fazer um console portátil, e a Valve foi a única que conseguiu fazer alguma coisa relevante, pelo menos por enquanto.

Olha, quando você for pesquisar sobre o Steam deck, você vai acabar descobrindo que existem vários modelos diferentes: modelo de 64 GB, 256, até um pouco personalizado, porque tem gente que abre e coloca tipo um tera. Essa memória interna é, na verdade, um mSATA, é um SSDzinho que tem aqui dentro e funciona com uma memória interna que realmente é bem rápida. Se você for tentar ir pelo lado mais barato, você vai ter que se contentar comprando um SSD para botar aqui dentro, abrindo o aparelho, e você pode fazer isso, ou você pode ir pelo caminho mais básico, que é trocar no cartão SD.

Tem gente aí que está comprando tipo no Aliexpress, em várias lojas online na Amazon também. Aqui eu vou deixar o link na descrição. Se você quiser comprar, você pode comprar esses cartões de memória que são realmente muito bons, mas não são compatíveis com qualquer tipo de cartão de memória. É bom deixar claro para você que você tem que pegar aqueles cartões de memória que têm tipo uma velocidade muito mais alta, uma capacidade melhor, não só porque dura mais, mas que eles aguentam o estresse.

Porque não adianta você pegar tipo um cartão de memória genérico que você colocaria no celular para armazenar música MP3. Eu tô falando de um cartão de memória que realmente é feito para usar em câmera, para usar em vários outros aparelhos que necessitam de alta velocidade, porque, meu amigo, não adianta você ter um Steam deck e usar um cartão de memória barato. Os jogos vão travar, e o cartão de memória vai acabar super aquecendo ou parando de funcionar. Tem que tomar cuidado com isso.

A minha experiência jogando com ele assim no modo portátil é que ele de fato tem uma pegada muito mais confortável. Só para fazer uma comparação aqui, tipo, ele parece ser meio grandão, mas ele é um pouquinho maior que o Switch, que já é meio grande também. Só que tem uma parada: o Switch, quando eu comparo jogando nele, tipo, ele tem um controle menos responsivo. Ele é feito para uma mão menor. No momento que eu comecei a jogar no Steam deck, eu comecei a reparar nesse pequeno detalhe, tanto que ele tem, sabe, essa pegada aqui atrás, tem até uns botões aqui atrás para poder personalizar. Mas o lance é que ele é muito mais confortável para se jogar no portátil assim.

É lógico que a bateria não acaba durando tanto, mas ele tem uma vantagem muito maior. Você pode ligar sim, usando ele com um dock na televisão como um console, e isso é muito bom. Olha, vou mandar real em 2024 a gente não sabe, porque a grande verdade nesse console em comparação com outros é que assim, ele tem o lance de ser jogos baseados em PC. Tem jogo que já veio otimizado com personalização gráfica para você jogar direto nesse portátil, só que assim, tem vários jogos que também não vão rodar. Tem jogo indie que é lançado e nem pensa em adaptar funções pro Steam deck, mas jogos de grandes empresas, principalmente Playstation, eles começaram a dar uma atençãozinha especial.

Tanto que quando você vai configurar gráfico e tal, você encontra tipo opções otimizadas pro Steam deck, e isso é bem legal, porque a Valve tá incentivando várias empresas a fazerem isso. Olha, eu vou deixar bem claro que no momento que eu tô gravando esse vídeo, e declarações que a Valve já estaria trabalhando num sucessor pro Steam deck. Enquanto editava esse vídeo, esse sucessor foi lançado, é o Steam deck OLED, e para quem tava na dúvida, ele é basicamente o mesmo videogame de antes, só que ele não vai ter a memória de 64 GB de base. Então, quem quiser comprar o de 64 GB tem que ir no modelo antigo. De resto, ele roda exatamente igual os outros, tem uma bateria melhor por causa da tela, porque a tecnologia OLED acaba gastando menos bateria no modo portátil na tela, mas o desempenho nos jogos ainda é o mesmo.

Então, isso aqui não é tipo um Steam deck novo, isso aqui é uma boa notícia para quem quer comprar o Steam deck antigo, porque parece que a tela normal vai ficar um pouco mais barata, em compensação do OLED que tá chegando, e parece que é um sinal de que em breve terá novos modelos com novos processadores. Mas isso aí apenas o tempo dirá. A Asus, por exemplo, lançou aqueles Asus ROG ali, que é basicamente um mini PC diferente desse aqui, que é baseado em Linux. Ele já roda o Windows e tem um processador bem mais otimizado, uma bateria que parece durar mais, os jogos rodam melhor nele, só que ele não tem aquela otimização do Steam deck.

Só que você tem uma vantagem, você pode pegar tipo as configurações que é baseada no Steam deck e botar nele, e ele vai rodar bem. Então, tipo, a Valve tá ficando realmente para trás. Como é uma briga de PCs e os jogos que você

Games

A História Assustadora do Sonic: Um Mergulho no Terror

A história do Sonic é bastante complicada, mas quando ele acaba entrando no mundo do terror, percebemos o quão perigoso é o universo do Sonic. Eles acabam entrando em um final muito perturbador, tendo pesadelos sem fim, morrendo até afogados por culpa da programação do próprio jogo. Um exemplo disso é o Sonic REX. Antes de começar, já aparece uma mensagem dizendo que esse jogo pode causar epilepsia. A tela de título já está bem bugada, mostrando que aquilo ali não é normal.

Published

on

By

A história do Sonic é bastante complicada, mas quando ele acaba entrando no mundo do terror, percebemos o quão perigoso é o universo do Sonic. Eles acabam entrando em um final muito perturbador, tendo pesadelos sem fim, morrendo até afogados por culpa da programação do próprio jogo. Um exemplo disso é o Sonic REX. Antes de começar, já aparece uma mensagem dizendo que esse jogo pode causar epilepsia. A tela de título já está bem bugada, mostrando que aquilo ali não é normal.

Sonic na Green Hill

Enquanto você joga, o Sonic passa de boa na Green Hill. A física está meio quebrada, mas ainda funciona. O Sonic vai correndo, passando por túneis que não fazem ele virar bolinha. Os Flickies estão avermelhados, diferente da cor original que é azul, e os monitores estão estranhos, apenas estáticos, não dando nada. A placa de final do ato tem o Dr. Eggman piscando, e o Sonic está meio vesgo. Isso vai em cada uma das fases, principalmente na terceira, onde ao invés de ter espinhos aparecendo de relance, eles aparecem revelando o segredo da bola de demolição, que está em um caminho apenas para ser um obstáculo.

Mas nada de bom acontece. O único monitor que funciona é o monitor de alta velocidade, onde o Sonic sai correndo e percebe que está tudo errado nessa fase. Os Flickies estão quebrados, os Badniks desapareceram, as plantas se mexem, mas estão totalmente bugadas, e um barulho ensurdecedor rola pelo cenário. Até na corrida, que deveria levá-lo até o chefe, tem espinhos, algo que não deveria estar ali. Quando ele chega na área do Eggman, o jogo buga, dando uma tela de erro. Mesmo quando reinicia, também dá errado, mostrando uma tela branca e depois a tela de título. No fim, vemos apenas o Sonic cansado, deitado no chão, com uma mensagem de erro na home do jogo original, mostrando que a situação para ele só está piorando.

O jogo acaba meio que reiniciando e ele pede para que a gente use o cursor do navegador para ir para a próxima fase. Mas a fase não parece uma fase legal. O Sonic está bugado e parece estar em perigo. Quando entramos na fase, percebemos que é a Labyrinth Zone, só que na sua versão protótipo, aquela caverna cheia de cristais. Mas a água ainda faz o seu pequeno favor de ferrar com a vida do Sonic. O pior é que se você olha para o ouriço, dá para perceber que seus olhos estão meio escuros, provando que algo não está normal. Mas ele ainda passa por todas as regras da fase original; ele não pode ficar muito tempo embaixo da água, então tem que pegar bolhas de ar na esperança de conseguir sobreviver. Tudo poderia ser muito mais fácil se não fosse pelo grande perturbador final que essa fase pretende colocar na vida do ouriço. O Sonic vai passando por essa fase da Labyrinth Zone como se fosse um caminho natural, mas quando está chegando na placa de final do ato, a placa está bugada, com o rosto dele virado e os olhos escuros. Quando chega a hora dele passar de fase, ele fica frente a frente com um pequeno precipício. Ele encara aquilo, mas o jogo corta com um barulho perturbador ao fundo, e o Sonic acorrentado, apenas olhando seu corpo sendo puxado para o fundo do mar com uma bola de demolição. A tela escurece com o barulho pedindo por socorro. Um flash de luz forte aparece na sua frente e o pior é que ele te obriga a continuar jogando.

Então o jogo reinicia e percebemos que estávamos jogando uma coleção. Agora é a vez do Tails no Sonic 2. Tails começa na Emerald Hill e, aparentemente, está tudo bem, mas ele anda num completo deserto. Pelo menos ele mantém a habilidade de voar, o que permite fazer a exploração dessa fase em busca de algum sinal, alguma coisa viva. Mas nenhum Badnik tenta atrapalhar a vida do Tails, e ele passa de fase. A placa, aparentemente, está tudo bem, e dá para ver que até Knuckles, Amy e Shadow aparecem no catálogo final de fases. O segundo ato já fica um pouco mais bizarro. As cachoeiras estão travadas e algumas passagens secretas, mesmo abertas, deveriam liberar caminho para o Tails, mas nada disso funciona. Nem os espinhos que deveriam surgir do chão aparecem aqui, e a física ainda está quebrada a ponto de o Tails acabar caindo sem querer. Quando ele está chegando bem próximo da área do chefe, várias plantas começam a bugar, mostrando aqui a letra “B” ao contrário, dando a entender que seriam sinais de que o chefe estaria programado para essa área. Mas, como isso aqui se trata de uma versão protótipo, nada disso está carregando, na real, nem o final da fase. O que faz o Tails andar em linha reta até não poder mais. Só que no meio do caminho, ele começa a encontrar uma passagem e o Sonic junto dele, só que o Sonic sai correndo na frente e o Tails vai parar direto na Chemical Plant, a fase que vem logo em seguida.

Ele vai correndo por essa fase, mesmo andando em zigue-zague, buscando por aquele que conhece como seu amigão, o Sonic. Mas, como essa fase aqui não tem nada além de um monitor de 10 anéis, ele segue em frente, mesmo sabendo que essa fase está incompleta. Vários caminhos estão quebrados, impedindo o caminho à frente do Tails, mas achando aqui uma saída usando seu poder de voo, ele acaba encontrando o Sonic bem do lado oposto da placa de final do ato. O Tails fica com medo porque um incêndio surge e isso leva ele para a próxima fase, a Lava Base, onde uma mensagem diz para escapar. Aqui o Tails sai correndo e algumas mecânicas que deveriam funcionar estão travadas. A Lava Base está completamente em chamas, elevadores que deveriam funcionar não pegam, mas o Tails pode usar os dutos como passagem com a habilidade de voo. Ele faz isso mais de uma vez, tentando achar uma única saída. Ele consegue chegar na parte mais alta da fase e, enquanto ele corre, percebe o quão tosco é o cenário ao fundo, com tanta luz piscando vermelho e uma labareda de fogo numa área de lançamento de foguetes. Mas ele continua seguindo em frente. Ele chega numa área alta onde deveria ter uma luta contra o chefe, mas o jogo buga, executando o Tails de uma vez. O Sonic Boom diz que está muito feliz por você ter jogado e encerra o jogo.

Se você, jogador, tentar voltar para dar um final feliz para o Sonic ou para o Tails, o jogo diz que não tem nada aqui. Tem apenas quatro jogos para jogar em um único cartucho. O Sonic 3 e Sonic & Knuckles não abrem, então iremos repetir apenas o mesmo cenário. A saga continua no Sonic Retake, onde temos o Tails que passa pelo mesmo sofrimento de sempre. Ele é o primeiro alvo de todos os jogos e sempre será a primeira vítima daquele vírus corrompido que aparece em forma de Sonic. Mesmo numa Green Hill totalmente destruída, que não atende às expectativas de ser o velho amigão do Sonic, Tails fica chateado com isso. Quando vai falar com ele, o jogo buga como sempre, falando que aquilo ali está errado. Então o Tails recebe a mensagem dizendo que encontraram a Hidden Palace, o palácio secreto do Sonic. Só que aqui é Aquatic Ruin e está pegando fogo. Então o Tails continua fugindo com uma mensagem estranha falando que, se tocar na saída, você acha o fim. O Tails sai correndo por esse lugar em chamas, que deve ter evaporado toda a água, sabendo que aqui era uma área meio submersa. Mesmo assim, ele segue em frente até que o ouriço apareça atrás dele. Ele corre em direção ao Tails e o Tails cai no chão. O Sonic surge e acaba com Tails de uma vez por todas. Ele disse que é lamentável que você tenha perdido num pequeno jogo de pique-pega, mas pergunta se ainda quer continuar.

E é aqui que o Knuckles entra na história. Ele está na Scrap Brain, tentando encontrar uma saída, mesmo sabendo que o lugar está esquisito, sem o cenário de fundo carregado. O Knuckles acaba encontrando a entrada da Labyrinth Zone, toda contaminada pelas ações do Dr. Eggman. Aquela caverna agora está cinza e o líquido que deveria aparecer na cor roxa parece ter evaporado. Mas o Knuckles segue em frente, tentando achar uma saída de lá. Ele acaba chegando no lugar que deveria ser a Starlight, mas está um pouquinho esquisita. A física está quebrada, o chão aparece duplicado, mas ele vai descendo uma super ladeira que combina bastante com sua cor. No final, quando ele acredita ter achado uma saída em linha reta, o jogo dá uma surpresa, dizendo que é uma demo continuando. E o Sonic, pois o Eggman está correndo pela Scrap Brain com sua nova habilidade: ativar um exoesqueleto que deixa ele com olhos vermelhos, pulos maiores e mais velocidade. Ele usa isso para chegar na sua aeronave, o Egg Mobile, para ir em direção à Green Hill Zone e pegar suas próprias esmeraldas do caos por conta própria. Ele vai andando, tentando achar uma saída, mesmo sabendo que a Green Hill Zone é um pouco perigosa, cheia de espinhos que, se ele encostar, é morte na certa. Sobrevivendo a tudo aquilo, ele passa por um flash de luz azul. Mas não é nada disso, ele só encontra o Sonic, que comeu a fruta do diabo e agora tem um pescoço esticado. Ele diz que aquilo está apenas começando. Dr. Eggman é levado para uma fase chamada Angry Fog, uma névoa faminta. Aqui as plantas da Green Hill ficaram vermelhas, tem vários vultos e clones do Sonic, sorrindo para você. Esqueletos também. Na real, até as plantas viraram plantas carnívoras, e claro, os mesmos espinhos voltaram para atormentar o Dr. Eggman. O Eggman consegue correr e chega a uma saída, mas quem estava lá esperando por ele era o Sonic, pronto para dar uma fatiada e fazer um petisco de Robotnik, para depois ficar rindo, dizendo que aquilo ali era inevitável escapar.

A Volta do Knuckles

Por fim, a volta do Knuckles. Ele acorda na Angel Island, tentando achar alguma coisa, mas nada atrapalha sua vida. Como ele nunca conheceu o Dr. Eggman, nunca conheceu a ameaça do Sonic. E como o Sonic não é mais o Sonic, mas um vírus, ele está de boa para proteger sua esmeralda do caos. E é isso que ele faz, seguindo em frente num caminho sem volta, onde a única coisa que ele tem que se preocupar é descobrir quem está tentando roubar a esmeralda. No meio do caminho, vários Badniks já foram derrotados, e o Knuckles tenta seguir em frente, tentando encontrar uma única saída nesse lugar meio bizarro. Mas ele faz isso sem nenhum problema, porque ele é o guardião da esmeralda. Só que na frente dele, vários olhos acabam observando, tentando acabar com a vida do Knuckles, deixando-o super mal. Ele entra numa pequena alucinação, mas segue em frente, tão em frente que acaba encontrando o Sonic. O pior é que o Sonic diz para ele fugir. Knuckles acorda e volta na Angel Island, que agora está pegando fogo. Como Knuckles quer resolver a questão de tudo que está causando o caos na vida da Angel Island, ele vai em direção à saída secreta, onde o Sonic está apenas esperando para infectá-lo com seu vírus. E é assim que essa história acaba.

Mas relaxa, existe um outro Sonic EXE com um final muito melhor, mesmo sendo uma história de terror. O link está aqui, você pode clicar no card na tela. É isso, muito obrigado e até o próximo vídeo.

Continue Reading

Games

Ainda Vale a Pena Comprar um Nintendo 3DS em 2024?

Se você está lendo este post, é provável que esteja considerando adquirir um Nintendo 3DS neste ano. Com mais de 10 anos desde seu lançamento e não sendo mais fabricado, muitos se perguntam: ainda vale a pena investir em um 3DS? Vamos explorar essa questão.

Published

on

By

Se você está lendo este post, é provável que esteja considerando adquirir um Nintendo 3DS neste ano. Com mais de 10 anos desde seu lançamento e não sendo mais fabricado, muitos se perguntam: ainda vale a pena investir em um 3DS? Vamos explorar essa questão.

O Que é o Nintendo 3DS? O Nintendo 3DS é um console portátil com duas telas, lançado pela Nintendo com uma tecnologia inovadora. Além da tela de toque, ele possui uma tela que permite visualizar em 3D sem o uso de óculos. Alguns jogos aproveitaram bem essa tecnologia, mas a maioria acabou deixando de lado, inclusive a própria Nintendo.

Modelos do Nintendo 3DS:

  1. Nintendo 3DS: O modelo mais básico e, na minha opinião, o mais bonito. Embora inicialmente caro, teve seu preço reduzido pela Nintendo.
  2. Nintendo 3DS XL: Similar ao 3DS, mas com um tamanho maior, popular no Brasil devido ao custo-benefício na época.
  3. Nintendo 2DS: Uma versão mais acessível do 3DS, sem a funcionalidade 3D e com um design que não abre e fecha.
  4. New Nintendo 3DS e New Nintendo 3DS XL: Com melhorias significativas, incluindo um botão extra e um segundo analógico, além de rodar alguns jogos exclusivos.
  5. New Nintendo 2DS XL: Sem o efeito 3D, mas com melhorias como bateria mais durável e facilidade na troca do cartão de memória.

Jogos e Desempenho: O Nintendo 3DS roda uma vasta gama de jogos, desde clássicos como Pokémon XY e Zelda até exclusivos como Kid Icarus e o remake de Metroid 2. Os modelos New 3DS e New 3DS XL têm um desempenho melhor em alguns jogos devido ao processador mais potente.

Compatibilidade e Virtual Console: O 3DS é compatível com jogos de DS e, com o uso de um cartucho R4, também pode rodar emuladores. Além disso, a Nintendo lançou o Virtual Console, um emulador oficial que oferece jogos de Nintendinho e Super Nintendo.

Servidores Online e Pretendo: Embora a Nintendo tenha encerrado o serviço online do 3DS, fãs criaram servidores alternativos, como o Pretendo, permitindo jogar online jogos como Mario Kart 7.

Preço e Considerações Finais: Atualmente, o preço do 3DS pode ser bastante elevado, muitas vezes superando o do Nintendo Switch. Portanto, se você já possui um Switch ou está considerando adquirir um, pode ser mais vantajoso investir nele. No entanto, se encontrar um 3DS em boas condições e por um preço justo, ele ainda vale a pena.

Conclusão: O 3DS é um console retrô com muitos jogos excelentes e funcionalidades interessantes. Se o preço estiver acessível e você for um fã de jogos portáteis, pode ser uma ótima adição à sua coleção. Para mais detalhes sobre o Nintendo Switch, confira nossos outros posts clicando nos cards abaixo.

Continue Reading
Advertisement

FAN GAMES do CANAL

RK Play Joga

Facebook

Advertisement

Trending